Dupla Especialização em Patologia da ATM, DTM e Dor Orofacial

Dupla Especialização em Patologia da ATM, DTM e Dor Orofacial
Destaque

Dupla Especialização em Patologia da ATM, DTM e Dor Orofacial

Público-alvo: dentistas (12 vagas)
Natureza: teórico-prático-clínico-laboratorial-demonstrativo
Duração: 30 meses
Periodicidade: mensal
Dias da semana: segunda a quarta-feira das 09h às 12h30min e das 15h às 19h30min

Avantis Pós-graduação

FAÇA A SUA INSCRIÇÃO AGORA MESMO - R$450

NOSSA PROPOSTA

Por Marcelo Matos

São muitas as propostas de tratamento das disfunções da ATM. Eu, assim como muitos, aprendi inicialmente na faculdade de odontologia, a lidar com a ATM pelo ponto de vista da oclusão, com desgastes seletivos, montagem em articulador semi-ajustável e jigs (para nomear apenas alguns), em função da herança gnatológica da nossa profissão.

Ainda na graduação e posteriormente em cursos de extensão e pós-graduação, tive a oportunidade de conhecer as escolas biopsicossocial e multifatorial com seus vastos recursos terapêuticos para o controle da dor, com placas "miorrelaxantes", medicamentos variados, laser, agulhamento seco e acupuntura, bem como técnicas cognitivo-comportamentais para controle do estresse e ansiedade e muitas outras. Entretanto, mesmo com todos esses recursos, eram muitos os pacientes refratários, que permaneciam com problemas no meu consultório.

Foi nesse período que cursei a Mini Residência em Patologia da ATM com o prof. Learreta em Buenos Aires, Argentina e, posteriormente (2008), trouxe o curso para a Bahia. Recentemente, firmamos uma parceria com a Faculdade Avantis e transformamos o curso em uma pós-graduação Lato Sensu com dupla especialização: Patologia da ATM e DTM e Dor Orofacial!

O curso oferece a possibilidade de entender as disfunções da ATM sobre o prisma da patologia craniomandibular, onde se utiliza todos os recursos da medicina que se façam necessários para o diagnóstico diferencial de uma condição patológica no âmbito da odontologia, direcionando o tratamento tanto para as causas como para as consequências.

UM POUCO SOBRE ALGUNS TEMAS EXCLUSIVOS DO CURSO

  • Ressonância magnética sem mistérios - você irá aprender quando e como utilizar os mais diferentes aspectos deste tipo de imagem, identificar suas configurações, como as ponderações em T1, T2 e densidade de prótons, os recursos STIR e FLAIR e o que cada um oferece de informação para o direcionamento clínico do diagnóstico e tratamento.
  • Uso de técnicas de medicina nuclear - cintilografia, SPECT e PET representam ferramentas importantíssimas em casos de infecção articular, doenças inflamatórias locais e sistêmicas, bem como no diagnóstico diferencial de neoplasias. Estas ferramentas não só estão ao seu alcance, como podem lhe ajudar a solucionar alguns dos casos mais complexos!
  • Desprogramação eletrônica mandibular - você aprenderá como usar essa técnica na determinação do posicionamento mandibular, particularmente importante quando as artropatias temporomandibulares afetam a estabilidade ortopédica da mandíbula
  • Bioinstrumentação - são ferramentas como a eletromiografia de superfície (EMG), a magnetografia computadorizada (JT), a vibro-análise (JVA), o escaner oclusal (T-scan), a baropodometria, a estabi-lometria e a termografia infra-vermelha. A EMG e o JT permitem medir as respostas neurofisiopatológicas do tronco cerebral, por meio de leitura do recrutamento motor e dos padrões de movimentos, frente aos inputs nociceptivos da artropatia temporomandibular e do posicionamento mandibular. Isso permite saber, por exemplo, quão bem (ou mal) funcionam os dispositivos intraorais em uso pelo paciente. De maneira similar, o T-scan oferece a possibilidade de medir fenômenos neurológicos a partir da propriocepção oclusal e o JVA nos dá informações biomecânicas interessantes em função do atrito entre os componentes internos da ATM. A baropodometria, que mede a carga sob os pés, nos ajuda a entender possíveis efeitos sobre o sistema postural e a estabilometria, que mede a oscilação do corpo, permitindo entender as respostas do sistema vestibular no controle do equilíbrio e, consequentemente, nos dá informações referentes à sensibilização central. Já a termografia, nos permite estudar o padrão de oxigenação da musculatura em função da temperatura distribuída pelo fluxo sanguíneo. Em conjunto, essas ferramentas nos ajudam a individualizar o tratamento e otimizar os dispositivos intraorais, de modo a possibilitar as melhores condições biomecânicas e neurofisiológicas para a recuperação da ATM. Veja o vídeo abaixo.

ELETROMIOGRAFIA DE SUPERFÍCIE APLICADA À PATOLOGIA DA ATM

ASSISTA ÀS MINI-AULAS DO PROFESSOR JORGE A. LEARRETA (em espanhol)

CONHEÇA O NOSSO PROGRAMA!

DTM e DOR OROFACIAL

  • Anatomia e fisiologia dos ossos, músculos da mastigação e ATM;
  • Etiologia e epidemiologia das disfunções temporomandibulares;
  • Protocolos de avaliação clínica;
  • Mecanismos da dor orofacial e diagnóstico diferencial;
  • Manejo das dores crônicas: abordagem integrativa;
  • Placas Oclusais e as evidências científicas;
  • Farmacologia da dor orofacial: indicações e limitações;
  • Neuropatias orofaciais: diagnóstico e terapia;
  • Cefaléias primárias e as DTM;
  • Manejo de casos refratários às terapias convencionais;
  • Manejo da dor orofacial crônica e comorbidades.

PATOLOGIA DA ATM

  • Etiologia das artromiopatias temporomandibulares e a relação com as DTM;
  • Autoimunidade, infectologia, traumatologia e biomecânica aplicada à ATM;
  • Oclusão x fisiopatologia da ATM;
  • Artropatias e a estabilidade ortopédica crâniomandibular;
  • Alterações de terreno: hiperlassidão, imunogenética, metabolismo e doenças sistêmicas de base;
  • Ressonância magnética, tomografia, cintilografia, SPECT/CT, PET/CTExames sorológicos;
  • Bioinstrumentação: eletromiografia de superfície, magnetografia computadorizada, vibroanálise, T-scan, baropodometria, estabilometria, termografia infra-vermelha;
  • Desprogramação eletrônica mandibular;
  • Repouso mandibular, registro da relação intermaxilar neurofisiológico;
  • Confecção de dispositivos intra-orais (DIO) ortóticos;
  • Calibração neurofisiológica dos DIO;
  • Estudo dos padrões de ciclos mastigatórios e suas implicações clínicas;
  • Técnicas auxiliares: biofotônica, iontoforese, liberação miofascial, inversão e crochetagem;
  • Nutrição anti-inflamatória;
  • Suplementação nutricional dirigida;
  • Farmacoterapia aplicada às etiologias das artropatias temporomandibulares;
  • Tratamento de sequelas cirúrgicas.

PRÁTICA

  • Atendimento ambulatorial;
  • Bioinstrumentação;
  • Apresentação de seminários;
  • Apresentação de casos clínicos;
  • Monografia.
FAÇA A SUA INSCRIÇÃO AGORA MESMO - R$450

Inscrição: R$ 450,00
Investimento: 30 parcelas de R$ 1.600,00
Documentação necessária:

  • Formulário de inscrição devidamente preenchido;
  • Fotocópia do histórico escolar do curso de graduação;
  • Fotocópia do diploma do curso de graduação;
  • Currículo;
  • Fotocópia da carteira de identidade e CPF;
  • Comprovante de pagamento do valor da inscrição;
  • Comprovante de residência;
  • Carteira do CRO.

Enviar documentação para:  e-mail: documentacao@institutodaatm.com

As aulas ocorrem nas dependências do Instituto da ATM, que possui toda uma estrutura apropriada: centro de radiologia com tomógrafo de feixe cônico, ambulatório com aparelhagem de neurofisiologia e bioinstrumentação e sala de aula com projeção em lousa interativa, ideal para aulas de imagens e discussões de casos clínicos.

Política de Cancelamento

Qual a sua opinião sobre este curso?

Responder